DJ Clara Ribeiro toca seu bootleg de Lost Stars em festa do próprio Adam Levine

Para os djs, incluir suas músicas preferidas em sua set list é um desafio, seja pela obrigação de agradar a pista ou pelas necessidades musicais para uma gig perfeita. Como uma artista dedicada à performance técnica, Clara Ribeiro enxergou aí a oportunidade de dar seus primeiros passos como produtora e remixer. A faixa escolhida foi a que não sai do repeat de seu iPod, Lost Stars, de Adam Levine. O bootleg assinado por ela transformou a track em um deep house melódico irresistível que faz sucesso em suas apresentações, em seus canais digitais e até já é tocada em rádios e por outros djs. E agora, ela já pode dizer que foi aprovada pelo próprio. “Lost Stars é uma das músicas que eu mais ouço nos meus momentos de lazer, é um pop romântico delicioso e ainda mais com a linda voz de Adam Levine. Eu queria muito poder tocá-la nas pistas, mas seria impossível com sua versão original”, conta Clara, que acrescentou alguns grooves, estendeu compassos e deu uma nova cara de pista de dança à faixa.

O resultado pode ser conferido em seu canal oficial no Soundcloud, clicando aqui.


Sobre a artista


Como muitos outros artistas, a ligação de Clara Ribeiro com as pick-ups começou com paixão pela música e como um hobby. A grande diferença é que, mesmo sem planejar viver como uma DJ profissional, seu talento e estilo próprio atraiu cada vez mais convites e ela foi praticamente absorvida para as pistas. Com seu nome sendo requisitado para as mais importantes festas da cidade teve que tomar uma decisão. Deixou seu trabalho em um importante grupo de moda e agora dedica-se totalmente à carreira de DJ e produtora.


Já assumiu a pista de grandes festas como a Flower Power, da Multicase; S.O.S, da Keep Young; Samba de Santa Clara e Fica Comigo, além da Permita-se, da Fun2U, que aconteceu em Miami. No mundo da moda, teve a oportunidade de se apresentar em eventos das marcas Bo.Bô, John John e Rosa Chá, todas da Restoque, além de festa da revista Glamour, da marca Top Shop e até em desfiles, como o da Thelure. Mas não é apenas em clubs que Clara chama a atenção, devido à sua flexibilidade como artista e qualidade de repertório, sua agenda também é bastante disputada para casamentos e eventos fechados em geral, e até mesmo celebrações menores como noivados e chás bares.


Foto: Divulgação.

Últimas notícias

Desenvolvido por

 

 

logocmmais.png