Maria Bethânia é a nova madrinha do Fundo PositHiVo

Maria Bethânia é a mais nova aliada do Fundo PositHiVo. A cantora baiana aceitou o convite para ser a madrinha da instituição, destinada à mobilização de recursos para financiar ações voltadas ao enfrentamento do HIV/Aids e hepatites virais.

Como madrinha do Fundo, Bethânia cede sua imagem e voz às causas defendidas pela instituição e se engaja na luta pela retomada de temas como prevenção, educação e combate ao preconceito. Na contramão do que vem sendo registrado nos dados globais, o Brasil registra crescimento de novos casos de HIV, em especial entre os jovens de 16 a 24 anos. “Estou feliz e grata pela oportunidade de ser madrinha do Fundo PositHiVo, perdi muitos amigos para essa doença”, disse a cantora, durante seção de fotos para o Fundo, no Rio de Janeiro.


Para Harley Henriques, coordenador geral do Fundo PositHiVo, a parceria com uma personalidade como Maria Bethânia na função de madrinha reforça a seriedade do trabalho da instituição. “Bethânia é um ícone da música brasileira, sempre muito séria em relação a suas raízes e verdades. Ela não expõe sua imagem na mídia com frequência, portanto ter ela como madrinha demonstra a seriedade e a confiança da artista, não apenas com a instituição, mas especialmente com a causa social do HIV/Aids.”


A participação de Maria Bethânia como madrinha ocorre no momento em que o Fundo PositHiVo divulga seu primeiro edital público, destinado a ofertar recursos financeiros para ONGs que atuam no campo do HIV/Aids e hepatites virais e que possuam projetos junto ao público jovem.


Fundo PositHiVo


Fundado em 2014, o Fundo PositHiVo é o primeiro fundo de responsabilidade social do Brasil a atuar no campo do HIV/Aids e hepatites virais. A missão do Fundo é fomentar a atividade das Organizações da Sociedade Civil que atuam no enfrentamento à epidemia de HIV/Aids e hepatites virais, por meio de captação de recursos financeiros, materiais e de gestão.

O Fundo PositHiVo conta, desde sua fundação, com a chancela e a parceria do departamento de DST, Aids e hepatites virais do Ministério da Saúde, da Caixa Seguradora, do Instituto Sabin, Gillead Science, M.A.C. Cosmetics e a Reckitt Benckiser (preservativos Durex).


Foto: Divulgação.

Últimas notícias

Desenvolvido por

 

 

logocmmais.png