Aplicativo de serviços gerais encontra de Papai Noel a encanador

Em tempos de economia compartilhada, o aplicativo Helpie chega ao mercado de São Paulo para revolucionar a forma de contratar serviços,. Pelo Helpie é possível encontrar diversos tipos de profissionais, desde eletricistas, encanadores, pintores até professores de piano, chefs, designers, profissionais de tecnologia, entre outros mais de 400 tipos de serviços disponíveis.


Em funcionamento desde maio deste ano, a plataforma neste último mês identificou profissões diferenciadas se cadastrando no aplicativo como Papai Noel, Neto de Aluguel, Cervejeiro, Mágico, Cosplay, Personal Tech, Piloto de Drone, Astrólogo, Anão e Pizzaiolo.


O Helpie funciona como uma plataforma de marketplace e se diferencia dos demais players do mercado, pois é o único aplicativo do Brasil em que todas as quatro etapas da contratação de um serviço são realizadas de forma eficiente e completa dentro do app brasileiro. Primeiramente a viabilização do encontro do cliente e profissional de forma virtual, em um segundo momento a negociação do serviço via chat, na terceira etapa se conclui o pagamento via aplicativo e como etapa final é feita uma avaliação de ambas as partes (cliente e profissional).


O foco do Helpie foi a virtualização das relações baseado no conceito human2human, que coloca tecnologia e inteligência online a serviço das relações off-line em um mercado que ainda há muito o que ser explorado.


Para os profissionais, o aplicativo proporciona uma vitrine virtual. Não precisa ter uma jornada exatamente em horário comercial, ele poderá atender um pedido de um chuveiro queimado às 23h30 se assim quiser. Ele tem a possibilidade de flexibilizar sua agenda para atender os clientes da melhor forma. No Helpie os profissionais trabalham onde, quando e para quem quiserem, sem sair de suas especialidades.


Além disso, há também a vantagem de não ter que pagar uma mensalidade para oferecer seus serviços dentro do aplicativo, pois o modelo de monetização é uma taxa de sucesso. Ou seja, o Helpie só ganhará se o prestador também ganhar realizando um serviço. A taxa paga para o aplicativo é decrescente de acordo com a disponibilidade de dias para recebimento. Se o profissional optar por receber no ato do serviço a taxa para o Helpie é de 15%, se ele optar por receber em sete dias é de 14%, em 15 dias é 13% e em 30 dias é de 12%.


O modelo também inclui prestadores de serviço desbancarizados, já que o repasse é feito através de um cartão pré-pago Helpie Mastercard usado na função crédito, enviado para cada prestador que fecha negócios pelo aplicativo. Os valores carregados no cartão podem ser sacados ou usados na função crédito em estabelecimentos físicos ou virtuais, promovendo inclusão financeira e digital para os profissionais. O Banco Central aponta que cerca de 40% da população economicamente ativa do Brasil não possui conta em banco. Este é um dos motivos a qual a plataforma aposta nesta forma de pagamento, em que dá uma oportunidade para profissionais que até então não poderiam, por exemplo, transacionar compras online, assinaturas entre outros.


O aplicativo pode ser baixado gratuitamente através do smartphones com sistemas android ou ios.


Foto: Divulgação.

Últimas notícias

Desenvolvido por

 

 

logocmmais.png