Desenvolvido por

 

 

logocmmais.png

Exposição exalta a beleza de mulheres em tratamento de câncer de mama

02.10.2019

Trinta pessoas em tratamento de câncer de mama foram modelo por um dia para o renomado fotógrafo Márcio Scavone. Na sequência, a artista Sandra Martinelli fez uma pesquisa e relacionou as histórias das mulheres, à paleta de cores do fotógrafo e ainda um estudo sobre espécies botânicas com propriedades medicinais para criar uma intervenção artística, com tinta à óleo, sobre as imagens impressas. Sob curadoria do crítico de arte Paulo Klein, o projeto batizado de Artemisa abre ao público no dia 01 de outubro no jardim da Casa das Rosas, com entrada gratuita.

 

Foto: Márcio Scavone / Intervenção artística: Sandra Martinelli

 

Artemisa foi idealizado por Igor Cayres, mestre em gestão cultural e artística e filho da grande produtora cultural e antropóloga Beth Cayres, criadora do Panorama Percussivo Mundial (PercPan), que faleceu de câncer em abril de 2019. “A proposta é criar um espaço de conscientização da prevenção por meio de um projeto artístico”, explica Igor. “Criamos um cenário para acolher e valorizar as mulheres em tratamento de câncer de mama. Foram diversos perfis, idades e estágios de tratamento e cada uma emprestou sua força, beleza e história para ajudar na conscientização da população da importância de realizar os exames preventivos”, completa.

 

Para o curador Paulo Klein, o projeto ultrapassa as artes plásticas e alcança o patamar que ele chama de ´arte convivência´. “Como um todo, o projeto se utiliza de uma técnica mista, unindo fotografia, pintura, processo digital, mas também envolve o ouvir, o sentir, o refletir da força das pessoas fotografadas. É das histórias dessas mulheres que se alimentaram o fotógrafo, a maquiadora, a pintora, o cinegrafista e todos que tiveram a chance de estar envolvidos”, explica.

 

Os 30 modelos, 29 mulheres e um homem - já que o câncer de mama também atinge, em menor escala, o sexo masculino - foram selecionados pelo Coletivo Pink, projeto de conscientização sobre o câncer de mama, fruto da parceria da Pfizer com diversas instituições como Instituto Oncoguia, Femama, Fundação Laço Rosa, Meninas de Peito e Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (Imama). “Eu achei incrível a proposta da seção de fotografia, a experiência como um todo. Não tenho vergonha de mostrar minhas cicatrizes. Elas fazem parte da minha história, contam quem eu sou e o quanto eu consegui ressignificar, a partir do câncer, a minha vida”, conta Regiane*, uma das fotografadas.

 

De acordo com Márcio Scavone, o retrato começa na conversa, no olhar, no gesto, na observação. “Sempre achei que uma das obrigações do retratista é mostrar o que o retratado quer esconder. De repente, no meio desses 30 retratos, eu percebi que elas e ele não tinham nada a esconder, ao contrário, querem mostrar tudo”, revela.

 

O Projeto Artemisa é patrocinado pela Pfizer e pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Rouanet e integra a programação do Coletivo Pink, que traz serviços gratuitos, intervenções artísticas e atividades educativas sobre o câncer de mama para a Casa das Rosas em outubro 2019. 

 

Serviço

Exposição Artemisa

De 01 a 20 de outubro de 2019

Casa Das Rosas

Av. Paulista, 37 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01311-902

Telefone: (11) 3285-6986

Horário: Terça a sábado, 10h às 22h; Domingo: 10h às 18h; Segundas, fechado

 

 

 

Please reload

Please reload

Outras notícias