Museu do Ipiranga usa acervo para contar história de São Paulo

Em comemoração aos 467 anos da cidade de São Paulo, o Museu do Ipiranga lança, na primeira hora do dia 25/01, a campanha digital São Paulo - Território em Construção. Por meio da rica iconografia do acervo, e com depoimentos de historiadores, arquitetos e urbanistas.


O conteúdo, em formato de webstories, será disponibilizado em um hotsite, que reunirá uma linha do tempo fotos, pinturas, mapas do acervo, áudios explicativos e vídeos que abordam as transformações do espaço urbano de São Paulo, desde o início dos seus registros por meio de fotografias do século 19.

Vista área da Avenida Paulista. (Foto: Werner Haberkorn - 1940)


O conteúdo do site - que contará com recursos de acessibilidade - terá versões criadas especialmente para as redes sociais, mostrando diferentes etapas da história de São Paulo e como o espaço que elegemos como central se modifica e se move dentro da cidade.

Vista área da avenida Nove de Julho. (Foto: Werner Haberkorn1940 -1960)


A programação também prevê três lives com convidados que aprofundarão diversos aspectos relacionados à história da cidade. Os encontros acontecem entre os dias 25 e 27 de janeiro, às 14h, e têm mediação de Alana Carvalho, autora do livro "#MulheresDeSP: mulheres que transformaram São Paulo" e fundadora e curadora do projeto Viva Cultura SP.


Para assistir, basta acessar o Instagram do Museu do Ipiranga ou do Viva Cultura SP. Após 24h, o conteúdo será disponibilizado com recursos de acessibilidade no Facebook.

(Fotos: Acervo Museu Paulista)


SERVIÇO

São Paulo - Território em Construção

25/01 - Lançamento do hotsite da campanha

https://spterritorioemconstrucao.com.br/

Programação de lives via Instagram

Para assistir, acesse @museudoipiranga ou @vivacultura_sp


25/01, às 14h


O que acontecerá com o cenário dos grandes centros empresariais no mundo pós-pandemia? Convidado: Milton Braga


Doutor pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), instituição em que também atua como professor e integrante do Grupo Metrópole Fluvial. Milton Braga é sócio do escritório MMBB Arquitetos e curador do Instituto Urbem.


26/01, às 14h


Como nascem (e definham) os centros urbanos

Convidado: Heitor Frúgoli


Heitor Frúgoli é professor associado (livre-docente) do Departamento de Antropologia da USP (no qual ocupa atualmente a chefia) e coordenador do Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade (GEAC/USP). Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1984), mestrado em Antropologia Social pela USP (1990) e doutorado em Sociologia pela USP (1998), com doutorado "sanduíche" na University of California, San Diego (UCSD, 1995-1996, com bolsa Capes-Fulbright) e pós-doutorado no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL, 2011, com bolsa Fapesp).


27/01, às 14h


O espaço imperial x espaço republicano, a imagem da cidade se torna laica

Convidado: Paulo Garcez


Paulo Garcez possui Bacharelado em História pela Universidade de São Paulo (1991), Licenciatura em História pela Universidade de São Paulo (1995) e Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1999). É professor doutor do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, docente do Programa de Pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP e do Programa de Pós-graduação em Museologia da USP.


Mediação: Alana Carvalho


Pedagoga, formada pela USP, e gestora cultural, pela Fundação Getúlio Vargas, é sócia-fundadora do Dica Viva, startup da qual faz parte o canal Viva Cultura SP. É autora do livro "#MulheresDeSP: mulheres que transformaram São Paulo" e do "Extraordinário Guia para Descobrir e Explorar a Cidade de São Paulo", que apresenta a história de São Paulo de forma dinâmica e divertida e será lançado em 2021.


@Viva Cultura SP


Com 115 mil seguidores, o perfil realiza curadoria do que acontece na cidade e gera de conteúdo de qualidade sobre a cultura e história de São Paulo e produção de experiências em diversos espaços.



Últimas notícias