Passeio em veleiro de Ilhabela conta história do rum e dos piratas no Litoral Norte

No ano de 1856, o pirata inglês Thomas Cavendish desembarcou pela primeira vez em Ilhabela, litoral norte do Estado de São Paulo. Semanas após o seu desembarque, ele incendiou duas cidades no Peru. Depois de cinco anos ele voltou para Ilhabela, atacou a Vila de Santos no Natal de 1591 e dominou o local até 03 de fevereiro de 1592. Alguns afirmam que o pirata deixou um tesouro escondido na região.

Rota gastronômica a bordo de um veleiro conta a história do run (foto: Divulgação)


Essa história era contada com frequência pelo pai do empreendedor, mestre alambiqueiro, sommelier de cachaça e mixologista Joseph Van Sebroeck, que ficou fascinado pelo universo dos piratas.


A família de Van Sebroeck é conhecida na região do litoral de São Paulo por fazer parte da história de Ilhabela, já que o pai de Joseph, Etienne Van Sebroeck, começou a produzir cachaça em 1958 em uma propriedade da família localizada na região. Com o objetivo de manter o legado de seu pai, Joseph decidiu lançar um rum batizado com o nome do pirata: Cavendish. O produto, 100% nacional, possui notas aromáticas de banana, cana de açúcar e especiarias.


Joseph e Ubiratam Matos, proprietário do Veleiro Dália, um veleiro clássico do século XVIII, decidiram lançar um passeio pelas praias de Ilhabela a bordo da embarcação. Enquanto navegam, os turistas poderão apreciar as belas paisagens enquanto saboreiam o Cavendish.


Passeio é realizado no Veleiro Dália, um clássico do século XVIII (foto: Divulgação)


Para desfrutar da experiência, é necessário fazer agendamento prévio, e, durante todo o percurso, um bartender profissional prepara drinks produzidos com rum.


“Nossa ideia é que as pessoas participem de uma experiência gastronômica completamente diferente, que elas conheçam a história de Ilhabela enquanto navegam, descubram a ligação que a região tem com os piratas e ainda possam apreciar um rum nacional de qualidade”, afirma Van Sebroeck. A escolha de produzir um rum em homenagem ao Cavendish e à Ilhabela foi justamente por conta da bebida ser associada aos piratas na cultura popular, sendo retratada como a bebida predileta deles.

Além do rum, os apreciadores ainda poderão saborear um churrasco preparado na embarcação que foi inspirada nas famosas escunas de pesca de Nokomis e Lafayette, duas escunas do século XIX feitas para pesca e reformuladas para velejar. “É uma oportunidade de se sentir dentro da história através de um passeio na embarcação”, explica o empreendedor.


As saídas do Dália acontecem na Praia do Arrastão e no Píer da Vila em Ilhabela.


Passeio de três horas: R$2 mil reais

Horários: 09h e 14h.


Day Sailing: R$3.500,00.

Saídas no período da manhã.


Informações e reservas pelos telefones (12) 99172-3765 ou (12) 99176-8119, ou pelo e-mail ubmatos@alambiquedonafilo.com.br .


Sobre o Cavendish

Foto: Divulgação


O Cavendish Rum foi desenvolvido por Joseph Van Sebroeck, de família proprietária de alambique na região de Ilhabela, e tem notas aromáticas de banana, cana de açúcar e especiarias. A bebida é uma homenagem ao litoral de São Paulo, já que o nome é uma referência ao pirata inglês Thomas Cavendish, que fez história quando usou essa região como base por cinco anos. O rótulo é o segundo produto da Destilaria Dona Filó.

Últimas notícias