top of page

Programação celebra ancestralidade africana no Sesc 14 Bis

Você sabia que no século 19 a Bela Vista foi chamada de Pequena África e que abrigou o histórico quilombo Saracura? No bairro fica o Sesc 14 Bis que traz a arte preta como protagonista de uma programação especial que reflite os anseios de uma população que por muito tempo ficou à margem do circuito das artes.

 

musical "Viva o Povo Brasileiro: De Naê à Dafé". (Foto: Divulgação)
musical "Viva o Povo Brasileiro: De Naê à Dafé" (Foto: Divulgação)

No Teatro Raul Cortez, está em cartaz o espetáculo musical "Viva o Povo Brasileiro: De Naê à Dafé". Elaborada a partir da obra de João Ubaldo Ribeiro e com músicas de Chico César, a história percorre um longo trajeto histórico (1647-1977) na Ilha de Itaparica, na Bahia, para produzir um panorama da formação da identidade brasileira.


Ao longo desses 400 anos, a construção dos abismos sociais é mostrada através das figuras de Caboclo Capiroba, o Alferes e Maria Dafé, que transformam suas dores em heroísmo e demonstram a força da ancestralidade.


O espetáculo, com duração de 3 horas, acontece de quinta a sábado, às 19h30, e domingos às 18h. Haverá uma pausa nas apresentações entre os dias 18/12 e 3/1. Os ingressos podem ser adquiridos nas unidades do Sesc São Paulo ou pelo aplicativo Credencial Plena.

 

Para artistas da cena, educadores e interessados nos palcos, Salloma Salomão, historiador, músico e ator, conduz o "Quilombo Artístico Pedagógico", onde investiga a estética e singularidades do teatro negro contemporâneo.


O encontro, com duração total de 8h, é dividido nos dias 5 e 6/12, terça e quarta-feira, das 10h30 às 14h30. Ainda na quarta 6/12, às 19h30, Salomão conversa com a atriz, pesquisadora, curadora e crítica teatral Soraya Martins, na Gira de conversa – imaginação e recepção.

 

A Cia. Amoras chega ao Espaço de Brincar com "Ancestralidade Brincante", onde o resgate de referências do continente africano é realizado por meio de jogos e narrativas de pertencimento para as crianças. A atividade acontece de terça a sábado, no período de 5 a 30/12 em dois horários, às 10h30 e 14h. 

 

A artista educadora Tamis Ferreira, do projeto Xirê de Quintal, conduz o conjunto de atividades "Axé Pedagógico", em apresentações com protagonistas pretas cujas narrativas celebram o povo negro: no dia 9/12, tem "Brincadeiras Africanas", às 13h, e no dia 16/12 haverá duas sessões da intervenção "Confeccionar e Brincar de Mancala Oware", às 13h e outra às 14h30.

 

Serviço


Viva o Povo Brasileiro - de Naê a Dafé

De 2/12 a 14/1.

Sessões: quintas, sextas e sábados, às 19h30, e domingos, às 18h.

Não haverá apresentação no período de 18/12 a 3/1.

Local: Teatro - 2º andar.

A partir de 14 anos

Ingressos: R$ 60,00 / R$ 30,00 / R$ 18,00

 

Quilombo Artístico Pedagógico: imagens que desafiam 

Com Salloma Salomão

Dias 5 e 6/12, terça e quarta, das 10h30 às 14h30.

Local: Espaço de múltiplo uso 3 - 1º andar 

Grátis. 

Inscrições por email

Gira de Conversa - imaginação e recepção 

Com Salloma Salomão

Dia 6/12, quarta, das 19h30 às 20h30 

Local: Espaço de múltiplo uso 3 - 1º andar. 

Grátis.  

 

Axé Pedagógico 

Com Xirê de Quintal

Brincadeiras Africanas - 9/12, sábado, das 13h às 16h.

Confeccionar e Brincar de Mancala Oware - Dia 16/12, sábado, das 13h às 14h15 e das 14h30 às 15h45.

Local: Convivência - Piso Térreo.

A partir de 6 anos.

Grátis. Sem retirada de ingressos.

 

Ancestralidade Brincante 

Com a Cia. Amoras

De 5 a 30/12, terças, quartas, quintas e sábados, das 10h30 às 12h30 e das 14h às 16h. 

Local: Espaço de Brincar - Piso térreo. 

Grátis. 

 

Sesc 14 Bis  

Horário de funcionamento: terça a sábado, 10h às 21h; domingos e feriados, 10h às 19h. 

A unidade estará fechada nos dias 24, 25, 31/12 e 01/01. 

Endereço: R. Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista, São Paulo - SP  

Estacionamento: Vagas para carros, motos e bicicletas.  

Valores:  

R$ 12,00 para as 3 primeiras horas e R$ 2,00 a cada hora adicional (Credencial Plena)  

R$ 18,00 para as 3 primeiras horas e R$ 3,00 a cada hora adicional (Público geral)  

Para atividades no Teatro Raul Cortez, preço único: R$ 12,00 (Credencial Plena) e R$ 18,00 (Público geral)  

*Em dias de shows e espetáculos é possível retirar o veículo após o término das apresentações.  

  

Transporte gratuito da unidade até a estação de metrô Trianon-Masp da linha 2-verde para os participantes das atividades, de terça a sexta, às 21h40, 21h55 e 22h05.  

  

Como chegar  

Ônibus: a 260 metros do ponto Getúlio Vargas 2 (sentido Centro-Bairro), a 280 metros do ponto Parada 14 Bis (sentido Bairro-Centro) e a 2000 metros do Terminal Bandeira.  

Metrô: a 700 metros da estação Trianon-Masp da Linha 2-Verde e a 2000 metros da estação Anhangabaú da Linha 3-Vermelha.  

bottom of page